Rui Rio, o político sem qualidades futebolísticas

Suspeito que hoje em dia ser político inclua, obrigatoriamente, uma formação intensiva (licenciatura, essa manha burocrática do passado) em discurso desportivo e, em particular, está claro, em futebol. Suspeito, suspeitamos todos os que pensamos, devido ao que assistimos na televisão, dia sim dia sim. Os sintomas estão à vista: os “painelistas político-desportivos”, para utilizar a... Continue Reading →

A malícia amorosa em “Os Enamoramentos”, de Javier Marías

Há quem fale de amor, sem se aperceber que nem sabe o que isso é, e há quem chegue a planear um assassinato, mas, mais tarde, nunca assuma, nem para si próprio, que fez planos para tal. Depois, há quem pense que sabe escrever sobre estes dois temas, mas nunca o faça com proficiência. E,... Continue Reading →

#jesuisperaCR7. A pilosidade facial de Cristiano Ronaldo é louvável, o rendimento da seleção é que não

Pela pilosidade facial se conhece o carácter do homem português, quero acreditar. Mas, seguindo a mesma lógica, tenho mais dificuldades em levantar a questão análoga: pela pilosidade facial se conhece o goleador? Digamos que sim, e falemos da face “remodelada” que Cristiano Ronaldo apresentou hoje, antes do jogo da selecção com Marrocos em concreto. Falemos... Continue Reading →

Doado o cérebro à FIFA, 5 ideias sobre o que fazer com o corpo do defunto Cristiano Ronaldo

“Quando o Ronaldo morrer devia doar o cérebro ao museu da FIFA porque a sua força mental é incompreensível”, ousou escrever um jornalista do “Guardian”, depois do hat-trick frente à Espanha. Uma sugestão um pouco necrófila, mas, ao mesmo tempo, relevante, não? O marmanjo britânico, contudo, esqueceu-se de que a família Aveiro, ao só capitalizar... Continue Reading →

Sobre a Coreia do Norte: a amoralidade de Trump

Não é evidente, mas há uma lógica interna no porquê de Trump ter sido capaz de fazer uma aproximação à Coreia do Norte e se ter afastado, poucos dias antes, dos tradicionais aliados, durante o encontro dos países do G7. Melhor: a “virtude” (ou defeito, conforme se queira entender) que o fez avançar para um... Continue Reading →

Sobre a democracia

Existe, na tagarelice corrente do dia-à-dia, uma narrativa de que os ditos regimes totalitários - sejam estes de esquerda ou direita - impõem-se, apoderam-se do poder, usurpando a democracia, essa semi-deusa ateniense defeituosa, mas diligentemente venerada. Por outras palavras, esses regimes “extremos” são definidos por oposição à democracia e exteriores à mesma. Apesar de existirem... Continue Reading →

Biografia de um tinhoso

Filho enjeitado do famoso Barão de Teive e da semi-desconhecida Ofélia Queiroz, José Queiroz Teive, mais conhecido por Barão Tinhoso, nasceu pela nesga de um acidente cósmico: entre os instantes que antecederam o suicídio lúcido do seu pai, após a rejeição familiar da gravidez de sua mãe. A sua existência é, de certa forma, a... Continue Reading →

WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: