Rui Rio, o político sem qualidades futebolísticas

Suspeito que hoje em dia ser político inclua, obrigatoriamente, uma formação intensiva (licenciatura, essa manha burocrática do passado) em discurso desportivo e, em particular, está claro, em futebol. Suspeito, suspeitamos todos os que pensamos, devido ao que assistimos na televisão, dia sim dia sim. Os sintomas estão à vista: os “painelistas político-desportivos”, para utilizar a... Continue Reading →

Sobre a Coreia do Norte: a amoralidade de Trump

Não é evidente, mas há uma lógica interna no porquê de Trump ter sido capaz de fazer uma aproximação à Coreia do Norte e se ter afastado, poucos dias antes, dos tradicionais aliados, durante o encontro dos países do G7. Melhor: a “virtude” (ou defeito, conforme se queira entender) que o fez avançar para um... Continue Reading →

Sobre a democracia

Existe, na tagarelice corrente do dia-à-dia, uma narrativa de que os ditos regimes totalitários - sejam estes de esquerda ou direita - impõem-se, apoderam-se do poder, usurpando a democracia, essa semi-deusa ateniense defeituosa, mas diligentemente venerada. Por outras palavras, esses regimes “extremos” são definidos por oposição à democracia e exteriores à mesma. Apesar de existirem... Continue Reading →

WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: